Jardineiras protegem as calçadas e evitam que se transformem em estacionamento

     Ter uma calçada conservada e bonita pode dar muito trabalho. O aumento na frota de veículos que transita em nosso município, fez explodir um antigo problema: a grande carência de vagas para estacionamento e agravada atualmente, por conta das obras que estão sendo feitas no centro. Ir de carro ou até mesmo moto, vem se transformando em um teste de paciência. Se transitar com o veículo já dá um trabalhão, imagine estacioná-lo então! Por isso que uma antiga infração de trânsito vem crescendo à níveis alarmantes e está transtornando a vida dos nossos pobres pedestres: o estacionamento de veículos sobre as nossas calçadas. Sejam duas, quatro ou mesmo seis rodas sobre o passeio público, a verdade é que, além de nos retirarem este espaço próprio para nossa bípede locomoção (carrinho para babys e deficientes físicos poooode), ainda temos que conviver com a degradação ou melhor, sua destruição, pois foram projetadas para aguentar pessoas e não carros ou até alguns caminhões com suas toneladas de peso!

     O problema tái, mas e a solução? Meu primeiro conselho é sempre verificar se há algum agente de trânsito por perto, para que possa "orientar" o responsável sobre a infração cometida. Claro que você pode dar uma de guarda e gentilmente chamar a atenção do bandalheiro, mas vai com calma, pois o noticiário tá cheio de casos de agressões e até de mortes, que se originaram em situações como essa.

     Meu segundo conselho garante um solução definitiva para o problema, sem que seja necessário interpelar ninguém. Construa jardineiras em sua calçada. Além de contrituibuírem muito com o embelezamento do entorno de seu imóvel, evitarão que um veículo estacione sobre a mesma.

     As jardineiras possuem este nome, por se tratarem de um canteiro, instalado próximo ao meio fio, contendo uma vegetação sob forma de arbustos, flores, etc. Só não vale plantar nada que possa oferecer algum risco à segurança dos pedestres, como aquelas flozinhas vermelhas e cheias de espinho, conhecidas como coras de cristo, por exemplo. Aconselho o uso de arbustos que cheguem à pelo menos um metro de altura, o que facilitará a visualização das jardineiras, do interior dos veículos.

     A construção das jardineiras não pode ser feita de qualquer maneira, devendo ser autorizada pela prefeitura. Para saber mais, clique aqui. Mas lembre-se, não basta só construí-la, tem que conservá-la também. Pôde, regue, limpe, mantenha-a sempre com o cuidado que tem para com o jardim de sua casa.

Raphael M. Faria
30 de dezembro de 2010.